sexta-feira

A menina do trem

                Era cedo ainda. O sol ainda não tinha despertado. De repente, ainda em sonho, a menina ouve o chamado. Pula da cama rapidamente, vai para a sacada na esperança de vê-lo passar, espera... espera... continua ouvindo os berros vindos do trem e nada de ver aquela jerigonça passar. Apenas ouvia, e ouvir não parecia ser suficiente para ela.
                Mais tarde, quando o sol já ia se deitar, enquanto ela terminava de fazer um lanche para poder sair para o terceiro turno, ouviu o berro distaaaante da lataria se aproximando. Tentou uma janela, e outra, e outra, mas nada de ver aquela figura que esperava ver quando adquiriu o imóvel. Então, ela vira para o companheiro dela e faz uma cara de desolada, monta o bico maior que tem no estoque e os olhos quase encheram de lágrimas.

                Ele olha para ela, se comove com toda aquela cena da menininha do trem e chama ela para sentar em seu colo. Então ele fala “Calma, qualquer dia vamos lá para a beirada da estrada de ferro para poder vê-lo bem de perto”. Ela já excitada e esquecendo todo o drama de lado pergunta “Vamos esperar ele passar todinho?”. Ele responde positivamente e ela já fica mais animadinha. Volta para a bancada para terminar seu lanche e fica distante, a espera da visita do trem...

quarta-feira

Concurso

Eu me sinto inquieto, com pessoas que falam baixou ou silenciam-se suas mentes convencionais.
Por mais que sons não sejam emitidos entre meus lábios, eu consigo me perceber barulhento.
Poucos olhares são trocados entre todos nesta sala, talvez pelo frio que a brisa leve traz através da porta escancarada e do sol que não alcança as paredes desta ou quem sabe devido à indiferença que a situação exige.
Por mais que tenha uma competição, eu não vejo egoísmo em suas faces, apenas um certo "desprezo", apesar de considerar uma palavra forte demais para expressões tão fracas.
Eu já contei inúmeras vezes os assentos, os azulejos distribuídos na parede frente a mim, o quadro negro descascado com suas rachaduras e a falta de um acento indicativo de crase que não deveria me incomodar tanto.
No quadro também tem dois avisos que chamam atenção, uma me faz questionar a importância, mas luto para desconsiderar. Outro me mostra dois horários que me lembra quanto tempo de minha vida gastarei aqui.
Mas ao escrever meras linhas, convenço-me (lê-se engano-me) de ter aproveitado essas horas de alguma forma

quinta-feira

Reflexos



Você é alguém que encontrei para admirar todas as manhãs.
Porque seu brilho vem a mim como um reflexo do amor
Eu não posso deixar de notar
Você reflete um amor incondicional.
Caso você me sinta distante de ti
E seu coração reclamar dessa distância
Saiba que esse reflexo estará sempre nos seus olhos
Assim como eu estarei ao seu lado.

Se tenho sua mão na minha
E um bolso cheio desse amor
Eu posso lhe afirmar que não há lugar impossível de chegar
Basta colocarmos uma pedra sob o passado
Eu estou aqui tentando te mostrar outras possibilidades
Você só precisa confiar em mim.

Eu não quero arriscar perdê-la jamais
Quando eu olho para você eu vejo o meu reflexo
A real imagem do futuro está no meu coração
O momento é agora, não quero que esteja ocupada
Mostre o que te coloca um sorriso bobo na face
E eu te arrancarei os mais belos que possa sorrir
E estarei contente com meu reflexo novamente
Só lamento não te conhecer a mais tempo
É como se eu não pudesse saber como era o meu reflexo antes
Meu espelho me encarando
E ao te ver tudo ficou mais belo, sem nuvens
Com você ao meu lado
E eu não consigo imaginar outro final
A realização de todas as nossas promessas
Unidas no nosso espelhar a alegria um do outro
Porque é como se você fosse meu reflexo
A felicidade olhando para mim
E o amor respondendo a altura!

Luiz Lukas Copaseut

sexta-feira

Estrofe solta

Eu tenho aquelas que me amam,
tenho também as que não me amam tanto.
Aquelas que me amam, apenas me amam
as que não, indiferença tanto quanto.

Enquanto eu te espero


Enquanto eu te espero,  fico louco para te ver, te sentir, te amar e te ter.
Enquanto eu te espero eu fico aqui sentado olhando freneticamente para todos os lados possíveis de você chegar, para te ver de longe e me acalmar.
Enquanto eu te espero, ouço músicas e vejo fotos suas e me perco ao imaginar como você estará quando chegar... Se seus cabelos estarão presos ou a voar, se estará sorrindo aquele sorriso que não se cansa em me desconcertar...
Enquanto te espero penso em várias formas de te dizer “Olá!”, com frases elaboradas ou pensamentos de filósofos, mesmo sabendo que ao te ver
minha cabeça esvaziar-se-á de tudo que não seja você.
Enquanto eu te espero eu olho várias vezes o relógio para conferir se não está atrasada e tento decifrar onde você exatamente está.
Enquanto eu te espero eu escrevo linhas aleatórias, até que vejo você apontar lá longe,
a imagem ainda não é completamente focada, mas ao sentir
meu coração acelerar a certeza que é você me vem.

quinta-feira

Acróstico do primeiro mês


Não há como negar que tudo entre nós foi acontecendo de forma única e especial.
Ainda que alguns torcessem contra, não foi suficiente para abalar sentimento como tal.
Tanto para se falar, tanto para se sentir e durante muito tempo negamos.
Águas que passaram e simplesmente ignoramos.
Linda flor do meu jardim que desesperadamente me encanta.
Inda que cronologicamente seja pouco tempo,
A intensidade prevalece de tal forma que até me espanta.

E nesse frenesi em que tudo acontece apenas fecho meus olhos.

Loucura e delírio que habita meu coração
Unidos na mais perfeita combinação
Igualados com tão sincera convenção
Zelo e carinho é o que te ofereço de coração.

segunda-feira

Pedido

Ah, a paixão! Como é bom se sentir assim novamente. Sentir o coração acelerar pelo simples fato de você estar respirando sobre minha pele, sentir meu cérebro ficar tonto enquanto seu cheiro invade meu olfato ou apenas admirar a forma em que seus cabelos caem sobre sua face e esconde seus olhos e sorriso com um mistério que me encanta.

Foi tudo muito louco e natural, tudo muito rápido e demorado, tudo muito certo e errado, contraditório como esse sentimento sempre o foi. Mas hoje percebo todas as atitudes, minhas e suas, que nos trouxeram até aqui e nada foi premeditado.

Ainda existem receios e bloqueios, tanto seus quanto meus, mas estou disposto a encará-los e possibilita-los acontecer assim como já fizemos, sem notar, durante esse tempo em que você vivia dentro de mim e eu não sabia e agora consigo perceber tão bem.

Assinado, Luiz Lukas Copaseut, Seu Namorado?
p.s.: junte as letras em negrito e sublinhadas e forme a frase.

sexta-feira

Um dia normal

Hoje seria um dia normal se eu não tivesse acordado com uma mensagem me desejando parabéns.
Hoje seria um dia normal se eu tivesse ficado em casa, ao invés de ir para o trabalho e ver todos aqueles rostos, cheios de esperança, combinar um sorriso e em seguida completá-lo com um sorriso e encerrá-lo com um abraço. 
Hoje seria um dia normal se meu telefone não tivesse tocado tanto.
Hoje seria um dia normal se não tivesse ficado ou falado mais com pessoas que amo e quero bem. 
Hoje seria um dia normal se eu não ganhasse tantas cartas soberbas de carinho e simplicidade.
Hoje seria um dia normal se meu celular não tocasse tanto recebendo ligações e torpedos.
Hoje seria um dia normal se eu não ganhasse presentes.
Hoje seria um dia normal se as pessoas não falassem tanto que acreditam em mim.
Hoje poderia até ser um dia normal, mas o normal se bestificou e a surpresa torna a vida, no mínimo, mais interessante. E aí que está a beleza.

Sentença




Aqui estou perante a essa solene tribuna, e sem ao menos ser levado em consideração as minhas justificativas de defesa fui sentenciado como culpado. Esse sentimento não passará, por um tempo considerável. Minha consciência me acusará com razões mais brutas que as que você falou. Porque quando dói em você, a dor em mim é maior. E se foi eu quem a machucou? Um calvário começa dentro de mim.

Apenas penso que compreender é bem diferente de aceitar. Eu nunca pedi para que aceite as minhas atitudes, da mesma forma que não aceito algumas suas, mas por amar-te eu compreendo ou ao menos tento. Eu analisei essa situação do seu ponto de vista e sei bem como se sente. Mas esse foi um erro NOSSO no passado por deixarmos espaços para evasões nas nossas juras. Não a culpo por ter considerado tudo e ter sido como foi, pois o erro foi meu. Mas procure ao menos compreender o que se passa desse lado. 

domingo

Doces recordações

Hoje me peguei lembrando de como eu me sentia quando ela estava perto de mim. Como a minha respiração mudava, como minha pele reagia, como meu braço era acariciado, como meu coração se sentia confortável e completo. Hoje a distância e a exaustiva rotina sobrepôs todas essas sensações com problemas e cansaço físico e mental. Isso me faz perceber um certo vazio aqui dentro, já que me senti mais cheio, completo.
Eu sei que muitos acontecimentos se deram aí e aqui, mas é como se a distância estivesse agindo como um congelador que nos deixou mais frios. A minha expressão de decepção você provavelmente  não consiga ver, mas tenho certeza que a sente da mesma forma e compreende o quanto isso machuca.
A questão é: O que fazer? A única coisa que está ao nosso alcance é esperar e ver onde o destino nos leva e os nossos corações conseguem suportar.
Atenciosamente, Luiz Lukas Copaseut.
© 2009 Blog Try to be Happy - All Rights Reserved